Quem sou eu

Minha foto
Sociólogo pela Universidade de Haifa, especialize-me em abrir caminhos dentro do conhecimento judaico e melhorar a comunicação entre judeus e não judeus. Este é um caminho aberto para se comunicar com os judeus de Israel, EUA, Canadá, Europa ou aqueles que vivem em países da América Latina, mas não falam Português (no Brasil) ou espanhol (todos os outros países, além das Guianas)

O que é PARASHAT HAMAN?

 
Leiluy Nishmat Shaul ben Shmuel Hirsh z"l 

                                                         Bs"d                                                       
  Parashat HaMan: Mais uma Segulah ou um bom conselho?
 
Embora seja conhecida e muito divulgada a segulah (remédio espiritual) em nome do Rebe Menachem Mendel de Rimanov de se dizer o trecho da Parashat HaMan ( a porção sobre o Maná) na 3ª feira da leitura da Parashat Beshalach como uma segulah para Parnassah, incrivelmente menos conhecidas são as palavras do Rav Yossef Karo na tão famosa obra Shulchan Aruch!

Assim consta no Shulchan Aruch (1:5) : "É bom dizer Parashat HaMan (diariamente)". A fonte deste conselho consta no Talmud Yerushalmi, Todo aquele que diz a Parashat haMan, está garantido que o seu sustento não será diminuído." O Sma"k, Mitzvah 12(76), traz uma versão das palavras do Talmud Yerushalmi que “Disse Rav Chelbon Vaani Arev - e eu sou testemunho!”

Mas explica a Mishnah Berurah: "Não basta somente dizer, e sim refletir sobre o que está dizendo e reconhecer assim os milagres de Hashem. A razão de se dizer Parashat HaMan é para que acredite que todo o seu sustento vem através de Hashgachat Pratit (Providencia Divina), como está escrito "hamarbe lo heedif vehamam'it lo hechsir "- quem tomou a mais não acumulou, e quem tomou menos não lhe faltou demonstrando assim que o esforço extra não acrescenta em nada”.
O autor da obra Eved haMelech (Parashat Beshalach) traz que ao ler a Parashat HaMan, a pessoa deveria ter a intenção que através desta leitura ele fortalecerá sua Emunah e Bitachon em Hashem que Ele é Quem alimenta e sustenta a todos, e não a intenção que isto é uma Segulá para parnassá, para não parecer assim ser um servo que serve pela recompensa.
Sobre este ponto ressalta o Rabenu Bechaye: (Shemot 15,33) “ É apropriado que a Parnassah e o alimento que sustentam o corpo sejam vinculados á Torah que é o sustento da alma". Isto é, quando reflete sobre o fato que o seu sustento vem diretamente de Hashem – através de um trecho da Torah – Parashat HaMan, assim lhe será garantido que não lhe faltará.

E para o Shabat... duas porções de Man.


No livro Yafe Lelev consta:" Me parece que a razão que existem תפ"ו (486) palavras na Parashat HaMan, com o mesmo valor numérico da palavra פתו (que significa "o seu pão"), para insinuar que aquele que a lê diariamente terá sempre “o seu pão” e nunca vai lhe faltar. Há os que acrescentam que também a palavra Lechem (pão) aparece na Parashat HaMan 7 vezes para insinuar que aquele que a diz todos os dias, está garantido que terá sustento para os 7 dias da semana. Embora seja permitido dizê-lo também no Shabat, porém as Tefilot que estão associadas a esta leitura não deveriam ser mencionadas no Shabat.

Sobre este trecho do Shulchan Aruch aponta o Gaon de Vilna o seguinte trecho do Talmud Massechet Ioma (76a) "Perguntaram os alunos de Rabi Shimon Bar Yochai: Porque não desceu o Mann para o Povo uma vez por ano? Respondeu-lhes com uma parábola: Um rei tinha um filho único. Decidiu lhe dar a quantidade de comida uma vez por ano, e assim não visitou o seu pai mais do que uma vez por ano. Decidiu lhe dar comida todos os dias, e visitou o seu pai diariamente! Também Am Israel, quando alguém tinha quatro ou cinco filhos se preocupava e dizia : talvez não descerá o Mann amanhã e eles morrerão de fome, e assim todos direcionavam os seus corações para Hashem". A intenção do Gra é de trazer de lá uma fonte do porque de se falar a Parshat HaMan todos os dias, pois através disto direcionaremos nossos corações a Hashem e pediremos dele o nosso sustento, assim como Am Israel no deserto entregaram os seus corações a Hashem ao pedir que lhes Alimentasse.

O trecho da Parashat HaMan (Shemot16:4-36) com tradução para o Inglês se encontra na: https://artscroll.files.wordpress.com/2009/01/the-chapter-of-manna.pdf
Compartilhar no Google+

Postar um comentário

Seus comentários são muito bem vindos.

 
Copyright © 2011. O que é Judaísmo? - All Rights Reserved
Templates: Mais Template
{ overflow-x: hidden; }